• Mário Verri

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantil

Nesta terça-feira, 18 de maio, celebramos o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. A data lembra que qualquer ato de natureza sexual que desrespeite a intimidade e viole sexualmente as crianças e os adolescentes é considerado crime. Ou seja, que o uso de crianças ou adolescentes para satisfação sexual em troca de vantagens, presentes ou lucro, deve ser combatido não somente neste dia, mas em todos os outros do ano.

Aqui em Maringá, o Conselho Tutelar Zona Sul está mobilizado nesta campanha, de combate a violência contra crianças e adolescentes. A ação, inclusive, lembra que esquecer desta causa é permitir que os crimes aconteçam. E que lembrar é combater a prática, que prejudica a vítima para o resto da vida. A visita que recebi hoje foi dos conselheiros Neia Maria dos Santos Escaliante e Rodrigo Venturin.


E tem uma coisa muito importante. É que durante a pandemia a quantidade de casos relacionados a esses dois crimes reduziram no Conselho Tutelar da cidade. Um dos motivos é que a maioria das denúncias vinham das escolas e como não temos aulas há mais de um ano, os casos não estão chegando até os conselheiros.


Vale lembrar que o local de maior número de ocorrências acontecem nas residências, onde as crianças e os adolescentes moram. E que as principais vítimas do abuso e da violência sexual são as meninas na faixa etária de 0 a 19 anos, segundo dados do Ministério Público do Paraná.

Então, eu lembro que existem vários canais de denúncias para esses dois tipos de crimes em Maringá. Pelos telefones do Disque 100 e do Nucria no (44) 3255 3936 e os números do Conselho Tutelar pelos celulares (44) 99102 5875 e 99119 0071. Ligue e denuncie o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes.

14 visualizações